cv

11 truques para o bebê dormir tranquilamente

Que pai nunca teve pena de seu bebê ao ter que deixá-lo sozinho na hora do sono? O dilema se repete quase todos os dias. No entanto, uma noite tranquila depende de uma série de hábitos, em especial a rotina. “O bebê tem que dormir cedo, acordar cedo, sair ao ar livre, brincar, além de manter horários regulares de alimentação e deixar atividades mais excitantes para o começo do dia”, ensina a pediatra Clery Bernardi Gallacci, do Hospital e Maternidade Santa Joana, em São Paulo.

Com uma rotina bem estabelecida e alguns truques, é possível fazer com que o bebê durma tranquilamente – e também deixe os pais descansarem. Veja quais os macetes indicados pelos médicos especialistas:

1 – Dê uma última mamada antes de dormir

Para evitar que o bebê acorde com fome, a mãe pode amamentar antes de ele dormir. “Essa fome no meio da noite acontece porque leite materno é um alimento de fácil digestão”, afirma a pediatra Alessandra. Um bom horário para amamentar o pequeno é das 22h às 23h, antes que ele pegue no sono. ?No entanto, a medida só funciona melhor a partir de um ano de idade, visto que, até essa fase, a mamada no meio da noite é necessária ao bebê?, conta a pediatra Clery Gallacci.

2 – Dê banho nele antes de dormir

Relaxar é a palavra de ordem – e nada melhor do que um banho para cumprir essa tarefa. “O banho ajuda bastante o bebê a ficar mais tranquilo”, afirma Alessandra. A pediatra lembra que os banhos não precisam de muito requinte, mas, se os pais quiserem inovar, existem mini-ofurôs e baldes de banho que permitem que o bebê fique mais tempo relaxando.

3 – Aposte em pijaminhas confortáveis

Quem consegue dormir com roupas desconfortáveis? Com o bebê é o mesmo. Para que ele durma tranquilamente, é importante que as roupas também sejam confortáveis. “Prefira um pijaminha de algodão sem muitos botões e evite peças que possam sufocar ou machucar o pequeno, como roupas com elásticos muito apertados na cintura”, aconselha a pediatra Alessandra.

4 – Chupeta pode, desde que…

A pediatra Clery Bernardi Gallacci permite o uso da chupeta, mas o adulto precisa saber a hora de dar e de tirar o acessório do pequeno. “Durante os dois primeiros anos de idade, a criança está na fase oral, então não tem problema dar a chupeta. Mas o adulto precisa impor limites, para que ela não crie uma dependência”, diz a profissional.

O ideal é permitir a chupeta antes de dormir e tirar assim que o bebê pegar no sono. Fora dessa ocasião, o uso pode ser evitado. ?Vale lembrar também que a chupeta não é permitida nos quinze primeiros dias de vida, para não prejudicar a amamentação?, lembra Clery.

5 – Não leve o bebê para a cama do casal

Ao primeiro sinal de insônia, é comum que pais, sem saberem o que fazer, levem o bebê para a cama do casal. Mas essa está longe de ser a atitude ideal. “A cama do casal não oferece a posição ideal para o bebê dormir, já que, até os quatro meses de idade, a cabeceira do berço deve ser mais elevada, para evitar que ele tenha refluxo”, conta a pediatra Alessandra Cavalcante, do Hospital São Luiz em São Paulo.

Além disso, existe o perigo do adulto rolar por cima do pequeno durante o sono. “O bebê tem que ter o ambiente dele desde o começo, senão fica mais difícil tirar esse vício de dormir com os pais mais tarde”, justifica a profissional.

6 – Deixe-o adormecer em seu berço

Nada de deixar que o bebê durma em seu colo. “O ideal é que ele durma sozinho já no berço, na posição adequada, senão ele acostuma a dormir no colo”, alerta Alessandra. Se ele se acostumar a dormir no colo, será difícil fazê-lo adormecer da maneira correta, que é no berço. Se necessário, os pais podem ficar ao seu lado até que ele pegue no sono, mas nada de colocá-lo no colo!

Comentários

comentarios